Quatro novas prisões marcarão o último capítulo da trama!

Saiba o que será do destino também de Maurício, Regina e Débora

Daniel Vilela

O eletrizante final de Justiça | <i>Crédito: Divulgação Globo
O eletrizante final de Justiça | Crédito: Divulgação Globo
Nesta sexta, 23, quem estiver ligado no desfecho da minissérie Justiça terá a sensação de já ter visto aquilo tudo acontecendo antes. “Manuela Dias (autora da história) gosta de fazer paralelismos e encerrará as quatro tramas da produção de maneira semelhante ao seu início”, antecipa uma fonte de TITITI ligada aos bastidores.
       Sendo assim, a exemplo do primeiro capítulo, quatro personagens, um de cada núcleo, acabarão na cadeia. Um dos finais, inclusive, terá uma sequência parecida com a que reuniu Vicente (Jesuíta Barbosa), Fátima (Adriana Esteves), Rose (Jéssica Ellen) 
e Maurício (Cauã Reymond) na delegacia, após seus crimes.
Mas, claro, os finais estão sendo mantidos em segredo. Sabemos que o elenco passou o sábado, 10, gravando várias versões, muitas delas falsas, para despistar a imprensa e manter a surpresa. 

Maurício pode ficar tetraplégico

Para se vingar enterrando de vez a carreira política de Antenor, Maurício deverá entregar a Lucy (Fernanda Vianna) um vídeo que incriminaria Téo (Pedro Nercessian), o filho dele. Nele constam imagens do bad boy atropelando e negando socorro a um dos personagens, assim como seu pai fez com Beatriz (Marjorie Estiano). Ele, então, acabaria no presídio e Antenor, arruinado.


Se ocorrer o atropelamento, mesmo, a vítima poderá ser Sara ou Vânia (Drica Moraes), a própria mãe de Téo. Numa segunda versão, também já gravada, a mulher de Antenor vai parar no xilindró por ser uma espécie de testa de ferro do marido. Ao assinar inúmeros papéis sem lê-los, ela acabou se tornando o laranja no esquema do político.
Cogita-se ainda que Maurício possa ser o atropelado e receberia dos médicos o mesmo diagnóstico dado à sua falecida esposa, Beatriz. Ele, então, pediria ao amigo Celso (Vladirmir Brichta) que praticasse eutanásia. O mais provável é que o quiosqueiro não aceite praticar o crime. 
O final de Regina (Camila Márdila) e Débora (Luisa Arraes), também continuam em suspense. Já que a mulher de Vicente (Jesuíta Barbosa) terminou o episódio de segunda, treinando tiro. E a professora, finalmente, encontrou seu estuprador, o matou e fugiu. 


23/09/2016 - 15:51

Conecte-se

Revista Tititi