O Rico e Lázaro: resumo de 13 a 17/3

Confira as emoções da primeira semana da novela

Dudu Azevedo em cena de O Rico e Lázaro | <i>Crédito: Munir Chatak / Record TV
Dudu Azevedo em cena de O Rico e Lázaro | Crédito: Munir Chatak / Record TV
SEGUNDA, 13/3
O homem Rico caminha, sem mostrar o rosto, em um ambiente sombrio e macabro. Angustiado, ele escuta vozes. Chamas emergem do fundo de um precipício. O homem tenta buscar outro caminho, mas não consegue fugir daquele local; o inferno. O Rico grita pedindo socorro, mas ele só escuta o barulho do fogo que causa um calor insuportável. O homem Rico parece não acreditar no que vê. Ele pede para Abraão ajuda-lo de alguma maneira. Abraão avisa que o homem Rico sempre ganhou coisas boas na vida, enquanto Lázaro sempre recebeu o oposto. O Rico, então, pede para Abraão mandar o Lázaro ir até sua casa para avisar aos seus familiares para que eles não tenham o mesmo destino. Abraão diz que o povo não ouviu Moisés e os profetas, e, por isso, também não ouviriam alguém que ressuscitasse dos mortos. 
Jerusalém, 605 a.C. Os meninos Asher e Zac brincam lutando com espadas de madeira. Eles avistam Chaim se aproximando e Zac se esconde. Joana observa os meninos. O profeta Jeremias observa muitos hebreus cultuando falsos deuses e lamenta. Aicão alerta o rei Eliaquim sobre a revolta do povo com os altos impostos. O soberano diz não acreditar nos avisos de Jeremias e outros profetas. No campo de batalha, Nabucodonosor ordena que seu exército ataque os egípcios. Zac elogia a beleza de Joana e se decepciona ao notar o jeito que ela olha para Asher. Daniel observa o profeta Ezequiel mais afastado. Abel ensina Asher e Zac a manusearem o arco-e-flecha. Jeremias fala tentando alertar um grupo de pessoas. Abel percebe a aproximação do exército babilônico e grita alertando a Asher, Joana e Zac. Jeremias segue alertando o povo para a invasão do rei Nabucodonosor. Zac, Asher, Joana e Abel correm desesperados em direção ao portão da cidade. 


TERÇA, 14/3
No alto da muralha de Jerusalém os guardas ordenam o fechamento dos portões e soam o alarme. Enquanto trabalha em seu jardim, Dinah se assusta com o som das trombetas. O rei Eliaquim e a rainha Neusta estranham o barulho de alarme. Asher, Zac e Joana conseguem entrar, mas Abel fica do lado de fora. Daniel observa o pânico das pessoas nas ruas da cidade. Abel tenta fugir e acerta mais um soldado inimigo. Nebuzaradã diz não ver a hora de atacar Jerusalém, mas Arioque avisa que é preciso ter paciência. A princesa Nitócris reclama dos sermões de Aspenaz. Em Jerusalém, o povo começa a sentir as consequências do cerco de Nabucodonosor. O rei Eliaquim ordena que racionem os alimentos dos servos para não faltar nada à família real. Joana avisa que é preciso ter fé em Deus. Nebuzaradã mata alguns hebreus e segue pelo interior da cidade. Abel atira em um soldado inimigo. Nebuzaradã abre os portões da cidade e Arioque grita ordenando o ataque. Uriel é atingido por uma flechada e cai. Asher se desespera. Abel vê a aproximação do exército babilônico. Os soldados de Nabucodonosor invadem Jerusalém e destroem tudo. Daniel avisa para seguirem para o templo. Asher se desespera ao ver o irmão morto. 

QUARTA, 15/3
Joana chora suplicando por ajuda. Ezequiel salva a vida de Asher. Aicão aconselha Eliaquim a se render. Tentando protege-los, Neusta prende Joaquim, Hassube e Zuriel no quarto. Elga chama Zac e Chaim. Ela avisa sobre a invasão. Daniel defende Jeremias. Os soldados babilônicos tentam destruir o templo de Jerusalém. Nabucodonosor entra na cidade.O rei Eliaquim reclama dos altos impostos que Nabucodonosor quer cobrar. O soberano da Babilônia o ameaça. Chaim sai de casa para ver o estado de sua oficina. Zac vai atrás do pai. Eliaquim reclama das condições impostas pelo rei da Babilônia. Neusta fica aliviada ao saber que o perigo já passou e se recusa a ouvir sobre os assuntos políticos. Jeremias encara o rei da Babilônia no templo e revela sua profecia. Nabucodonosor manda pouparem sua vida e ordena que levem alguns nobres de Judá para a Babilônia. 


QUINTA, 16/3
Zac chama a atenção dos soldados para livrar Joana. Arioque escolhe Daniel, Misael, Ananias e Azarias para seguir com seu exército para a Babilônia. As tropas vitoriosas de Nabucodonosor deixam Jerusalém carregando centenas de cativos hebreus. Daniel diz para Azarias, Misael e Ananias terem fé. O rei Eliaquim desconta a raiva em seu irmão, Zedequias. Ele avisa que o povo terá que trabalhar muito para pagar os impostos cobrados por Nabucodonosor. Chaim dá uma bronca em Zac por ele ter fugido para ajudar Joana. Algumas semanas se passam e Asher observa a paisagem com tristeza. Joana e Zac tentam anima-lo, mas ele avisa que vingará a morte de Abel. O exército de Nabucodonosor se aproxima da Babilônia. Daniel, Misael, Azarias e Ananias admiram a grandiosidade da cidade inimiga. A rainha Amitis é avisada sobre a aproximação do marido e manda prepararem um banquete.


SEXTA, 17/3
Fassur diz que Joana nasceu para fazer o mal e ela o enfrenta. Daniel diz que seu Deus não permite que eles se alimentem de animais mortos em sacrifícios a outros deuses. Ele pede para servirem aos hebreus apenas legumes e água. Fassur deixa Joana em paz ao ver Asher e Zac. Eles admiram a coragem e a fé da moça. Aspenaz segreda a Evil sobre o pedido de Daniel. O príncipe pede para assistir a aula que Beroso está dando aos cativos. Ele fica intrigado com as palavras de Daniel. Arioque leva Nebuzaradã até a Casa da Lua. O jovem guerreiro vê Sammu-Ramat tentando roubar um cliente e pede parte do roubo para poupar sua vida. Zac se abre com Zelfa e fala de seu sentimento por Joana. Elga fica aliviada ao ver Zelfa de volta. Asher se abre com Zac e diz acreditar que Joana goste dele. Zac fica destruído com a conversa. Evil procura os hebreus para conversar. O rei Eliaquim manda cobrarem impostos dos nobres. O falso profeta Hananias diz que Zedequias é a melhor pessoa para assumir o trono. Fassur ofende Jeremias, que fala da fragilidade do povo sem o Senhor. Zac e Asher debocham de Joaquim, Hassube e Zuriel. Nabucodonosor manda chamar Daniel e pergunta como ele deve matar um de seus servos.


12/03/2017 - 18:27

Receba as novidades da Tititi em seu e-mail! Cadastre-se abaixo:

*preenchimento obrigatório

Conecte-se

Revista Tititi