Juliana Paiva: “Ainda está muito cedo para me casar!”

Apaixonada por Juliano Laham, ela descarta pular etapas na relação e curte o papel em horário nobre

Por Daniel Vilela

Apaixonada por Juliano Laham, ela descarta pular etapas na relação e curte o papel em horário nobre | <i>Crédito: Estevam Avellar/ TV Globo
Apaixonada por Juliano Laham, ela descarta pular etapas na relação e curte o papel em horário nobre | Crédito: Estevam Avellar/ TV Globo
Entre todas as perucas, os apertados espartilhos e as exaustivas gravações de Liberdade, Liberdade (2016), a estrela Lilia Cabral sempre conseguia um tempinho para espiar o que rolava na reta final da trama global das 7, Totalmente Demais. Principalmente para ficar de olho nas armações de Cassandra, um dos pontos altos da carreira de Juliana Paiva, que, hoje, tem a honra de ser “filha” dela em A Força do Querer. Aliás, o encantamento de Lilia pelo trabalho da colega a levou a sugerir o nome dela para viver a Simone na produção de Gloria Perez.
   Pois é, difícil mesmo, para Juliana, não foi entrar em cena no horário nobre e deparar com a grande intérprete ao seu lado. Mais difícil foi acreditar que o convite para a trama havia partido de Lilia. “Um dia, o Papinha (Rogério Gomes, diretor artístico da produção) me contou que ela havia me indicado. Estranhei e perguntei qual Lilia”, conta ela, sem crer, quando ele disparou, na lata: “Cabral!” E Juliana continuou absolutamente incrédula. “Como ela sabia que eu existia?”, questiona, às gargalhadas.
   Inegável, por enquanto, é a felicidade da jovem e talentosa, revelada como a desvairada Fatinha de Malhação (2012). E a alegria rola, inclusive, nos embates entre Simone e Silvana, especialmente por causa do vício da mãe em jogos. “Gosto da Lilia porque ela encara a gente no olho!”, derrete-se a bela, que há um ano namora o  ator Juliano Laham. 
   “É a primeira vez que me relaciono com alguém do meio e tem sido bastante bacana”, confessa a estrelinha. Neste bate-papo, ela conta que os dois ainda não têm planos de subir ao altar. Por enquanto, apesar do amor, ela quer mesmo é se dedicar à carreira. “Vou dar o melhor de mim, porque temos uma história muito bonita para continuar contando.”

TITITI – Alto-astral e bem resolvida, Simone sempre tenta levantar a autoestima da prima, Ivana (Carol Duarte). Você também é assim?
Juliana Paiva – Olha, sou muito pra cima, não gosto de ninguém triste do meu lado. E quero fazer diferença para as pessoas. Sempre tive esse lado de descontrair o ambiente, contar histórias, fazer os outros rirem. Às vezes, a gente reclama muito e, quando vai ver, só tem motivos para agradecer. Busco acrescentar na vida de quem convivo e também curto me relacionar com quem está aí para somar.

Aliás, como é sua relação com a Carol Duarte, que faz a transex na novela?
Foi um encontro muito feliz, porque nos damos bem de cara, desde a primeira preparação de elenco. Já de cara rolou uma intimidade muito gostosa entre a gente.

Simone, aliás, apoia totalmente a travessia de Ivana no atual momento, certo?
O barato é justamente esse, ela não abandona a Ivana, não julga em momento algum. O que ela quer, desde sempre, é ajudar. Fora que o tema, a transexualidade, é tratado com muito carinho não só por nós, atores, e pela Gloria, mas por toda a equipe. O texto é muito bem escrito.

E, na vida real, você também tem uma prima confidente?
Tenho uma que é o meu xodó, a Natália. A gente se chama até de prirmã (mistura de prima e irmã). Quando crianças, não éramos tão próximas, até pelos três anos de diferença entre nós. Mas agora saímos, nos divertimos juntas... Como ela também está namorando, sempre está lá em casa jantando com ele e a gente.

Quem vai para a cozinha preparar esses jantares, hein, dona Juliana?
Juliano é o mestre-cuca da relação. Um verdadeiro MasterChef (gargalhadas)! Outro dia fez um filé de peixe com batata baroa que estava delícia. É ousado, gosta de criar, de fazer uma apresentação bonita do prato. E não pula o café da manhã de jeito nenhum, sabia (risos)? Ele pode até voltar a dormir depois, mas não fura. Coisa que eu não fazia antes de conhecê-lo.

Ele a inspira a também cozinhar?
Sim, me desperta esse lado. Já me peguei fazendo várias coisas na cozinha. Mas Juliano também tem seus segredos. Tem uns temperos árabes que só ele sabe usar.

Bem que podia passar, então, a receita que fez o relacionamento dar certo, né?
(Gargalhadas) Sabe o que faz tudo dar certo? O respeito e a sinceridade que temos um com o outro desde o início. Conversamos muito, qualquer probleminha a gente não deixa virar uma bola de neve, resolve logo. Até mesmo para começar a namorar, discutimos para ver se estávamos no mesmo momento, se valia a pena ingressar nessa relação.

Por ele ser ator (ele atuou em Malhação – Pro Dia Nascer Feliz, em 2016, por exemplo), a convivência é mais tranquila?
É mais fácil, sim. Ele entende meus horários. Às vezes, a gente fica sem se ver, porque um tem mais cena, depois é o outro. A sorte é que nós moramos bem pertinho. 

Mas não rola ciúme?
Juliano é um pouquinho mais ciumento do que eu, mas somos muito tranquilos. É na medida certa, nada que sufoque. Afinal, tudo que é demais, na vida, faz mal.

Tem planos de subir ao altar?
Ainda está muito cedo para me casar. Não gosto de pular etapas. O bacana é poder viver cada momento ao máximo.

Trocam muitas figurinhas?
A gente opina no trabalho um do outro, mas é cada um no seu quadrado. Até outro dia, ele estava em Malhação, produto pelo qual tenho o maior carinho. Afinal, fiquei lá por dois anos. Disse para ele aproveitar, porque esse tempo não volta. Meus conselhos vão nesse sentido, pois de resto, ele deve trilhar o próprio caminho.

21/08/2017 - 15:20

Receba as novidades da Tititi em seu e-mail! Cadastre-se abaixo:

*preenchimento obrigatório

Conecte-se

Revista Tititi