Lexa: “Hoje estou focada no Dancing, o casamento fica em último plano”

Ela que é uma das musas do reality da Record, fala do noivado com Guimê, Carnaval e muito mais

Por Patricia Battaglia

Ela que é uma das musas do reality da Record, fala do noivado com Guimê, Carnaval e muito mais | <i>Crédito: Marcos Mello Black Comunicação
Ela que é uma das musas do reality da Record, fala do noivado com Guimê, Carnaval e muito mais | Crédito: Marcos Mello Black Comunicação
Ela é sucesso total em tudo o que faz! E, sim, Léa Cristina Lexa Araújo da Fonseca, a popular funkeira Lexa, tem apenas 22 aninhos, mas já viveu muito! Nascida e criada no Rio, ela estourou no Brasil todo com hits como Posso Ser, Para de Marra e Fogo na Saia. E a explosão, pra valer, rolou em dezembro de 2015, quando lançou o clipe Fogo, com quem acabou virando seu atual noivo, MC Guimê. Logo em seguida, os dois assumiram a relação.  
Mas Lexa foi além e hoje é um dos destaques do Dancing Brasil, da Record. Com a rotina pesada de treinos para não fazer feio ao vivo, às segundas, diante de Xuxa Meneghel e de todo o país, a beldade resolveu dar uma pausa nos preparativos para o casamento com o cantor. Vem ver!

TITITI – Como surgiu a ideia de entrar para o Dancing?
Lexa – Ah, na verdade, fui convidada e logo aceitei. É a minha cara, adoro dançar, e estou gostando bastante.

Xuxa, pelo visto, tem muito carinho por você... Como é isso?
Nossa, é maravilhoso! Amo de paixão a Xuxa e é um sonho dividir palco com ela, de quem sempre fui fã. Aliás, quem não é fã dela (risos)? E estou dançando, que é algo de que gosto... Meu treinador (Lucas Teodoro) virou meu amigão. Então está sendo uma experiência muito boa. A gente sempre foca em ganhar, mas vamos ver no que vai dar, não é? 

E o ritmo de treinamento?
Nossa, está pesado... Treino três vezes por semana, fora os exercícios. E segunda a gente faz ao vivo, né? 

É adepta de alguma dieta?
Não! Como bastante mesmo (risos)! Dieta não é comigo, só quando necessário. 

Mudando de assunto... Já pensou em seguir carreira internacional também?
Não, eu estou feliz aqui... Na verdade, depende de como a vida remar e eu conseguir levar. Sou muito aberta ao que vier, mas estou feliz aqui.

Alimenta algum projeto novo?
Sim! Estou com a música Movimento, que é bem descontraída, pra cima, para dançar! Ela terá um clipe, mas não posso falar muito sobre isso (risos). É surpresa. 

É você quem escolhe as coreografias dos clipes?
Não, tenho sempre alguém que me ajuda, mas coloco coisas minhas ali, claro. Gosto de deixar bem a minha cara.

No Dancing você também dá  opinião?
Não, lá é diferente. Não posso me meter em nada... O máximo que colocaria seria um funk, mas não posso (risos). 

Qual ritmo mais curtiu até aqui? E o mais difícil no seu caso?
Do que mais gostei foi a salsa, adorei! E não que seja o mais difícil, mas o que menos curti foi a valsa. Deus me livre (risos)! 

Vamos falar de Carnaval?
Nossa, estou muito animada! Ano que vem venho como rainha de bateria da Unidos de Bangu, uma escola incrível. No ano que vem, aliás, ela abrirá os desfiles da Série A  do Rio, na Marquês de Sapucaí.

Já sabe da fantasia?
Ela já está desenhada... Posso adiantar que brilhará bastante. Gosto de brilho... Podem esperar algo bem legal (risos).

Planos para o casamento? Como estão os preparativos para o grande dia?
Até agora não vi nada ainda (risos)! Hoje estou focada no Dancing, o casamento fica em último plano. A única coisa que tem é a data: 22 de maio de 2018. Quando chegar perto, vou ter que começar a me mexer. Agora não tenho como ver. 

Em algum momento acha que vai virar uma noiva dessas neuróticas?
Ah, ansiosa sim, neurótica não! Sou bem calma. Não tenho nem ideia do vestido. Só sei que será branco. 

E o Guimê?
Ele não se mete em nada! Deixa eu fazer tudo, mas é porque também está tão ocupado como eu. 

Fala da relação de vocês?
Ah, a gente não tem se visto muito por conta das agendas. Mas estamos muito felizes e é isso que, realmente, importa! 

28/08/2017 - 15:25

Receba as novidades da Tititi em seu e-mail! Cadastre-se abaixo:

*preenchimento obrigatório

Conecte-se

Revista Tititi