Mateus Solano se emociona com depoimento sobre seu adorável vilão Félix

Desde o fim de Amor à Vida, em 2014, o ator tem recebido mensagens de fãs que se inspiraram no personagem para superar diferenças familiares

Daniel Vilela

Mateus Solano e Antonio Fagundes contracenam em Amor à Vida | <i>Crédito: Globo/Estevam Avellar
Mateus Solano e Antonio Fagundes contracenam em Amor à Vida | Crédito: Globo/Estevam Avellar
Não é só a gente que sente saudade de Félix, o vilão que foi promovido a mocinho na trama de Amor à Vida (2014), mais um sucesso de Walcyr Carrasco. Afinal, Mateus Solano, intérprete do divertido personagem, resolveu abrir o baú e postou em suas redes sociais um depoimento para lá de emocionante. 

Nele um de seus fãs conta como a cena final do folhetim, que mostra a reconciliação entre o mau caráter e seu pai César (Antonio Fagundes), foi determinante para que ele tivesse a coragem de fazer o mesmo. "É nessas horas que renovo a minha fé na Arte enquanto ferramenta essencial de nossa sociedade", escreveu.

Leia o depoimento na íntegra

"Estavam todos na sala… eu no sofá quando o Felix beijou o carneirinho… Silêncio… Fiquei quieto também pra não dar motivos, embora estivesse fazendo a drag por dentro… Mas a cena final, do Felix e do César, eu não aguentei, veio um choro descontrolado que estava preso esses quatro anos em que eu e meu pai não falamos direito.., estava total descontrole… dai veio minha mãe com a cara inchada de chorar me abraçar e meu pai do outro lado segurou minha mão e pôs a mão em volta do meu ombro… Não falamos nada! Na hora de dormir, o Felipe (irmão) entrou no quarto, deu a mão e quando eu ia apenas apertar, ele me puxou, deu um abraço e disse que ele sempre vai ser meu irmão. E chorei de novo… Pela primeira vez não dormi no inferno…"

18/01/2016 - 16:00

Conecte-se

Revista Tititi
Coleção CARAS